JF__0007-2.JPG

Sobre mim...

O que faço?

 

Doula

(na Gravidez, Parto e Pós-Parto)

_____________________________

Yoga

(na Gravidez e com Bebés)

_____________________________

 

Dança

(na Gravidez e com Bebés)

_____________________________

 

Canto 

(na Gravidez e com Bebés)

_____________________________

 

Massagem

(na Gravidez, Pós-Parto e com Bebés)

_____________________________

 

Babywearing

_____________________________

A minha história...

Sou a Pauline, tenho 33 anos, sou mulher, sou mãe e amo viver a vida!!! Amo o mundo da mulher mãe, dos bebés, desde a sua conceção!

Sinto-me plena ao ajudar mulheres, desde a gravidez, a sentirem-se mais em harmonia e a vivenciarem um parto e pós-parto mais plenos!

Lembro-me de ser criança e de ser muito alegre, rir muito e de levar isso pelo meu crescimento até a idade adulta. Lembro-me também de desde bem pequena amar me expressar através do movimento corporal com dança e ginástica e também me expressar através do canto. Fui atleta de ginástica acrobática até os meus 20 anos e a forma de me libertar das tensões, sentir-me livre e conectada a mim era através dela e também da dança, do canto e da natureza.

​A partir dos meus 20 anos o meu amor pelo mundo materno acordou e sentia-me atraída como um íman a mamãs e bebés, desde a gravidez .... e de repente só via mamãs e bebés por todo o lado! E assim... nasceu uma vontade tão grande de ser mãe e aos 22 anos fiquei grávida pela primeira vez. Senti muita felicidade por estar grávida mas lembro-me de ter medo de fazer algo que pudesse ser errado podendo comprometer o desenvolvimento do meu bebé dentro de mim e assim fez-me limitar a minha forma espontânea de me expressar. Já não dançava ou alongava o meu corpo tão espontâneamente com medo de fazer "algo errado" e assim se por um lado sentia uma imensa felicidade por estar grávida... por outro, sem me aperceber, estava-me a afastar da minha essência. Apesar da tranquilidade que sentia, não questionava muito o que os médicos e enfermeiros diziam e fazia tudo "certinho" pois para mim eles é que percebiam deste mundo da gravidez e parto e por isso às 40 semanas de gestação, uma médica decidiu "despachar" o trabalho de parto induzindo-o, sem necessidade pois estava tudo bem comigo e com o meu bebé. Através da indução veio de seguida um trabalho de parto onde mal podia me mexer e cheio de intervenções. No momento e durante muito tempo senti que "até correu bem" pois foi "rápido" mas mais tarde descobri que a forma como o meu bebé nasceu pode ter comprometido todo o desenvolvimento dele.

​No meu pós-parto, apesar do grande amor e da maravilha que era para mim ser mãe e ter o meu bebé juntinho a mim, eu tive um grande desafio que me comprometeu a nível da saúde. De repente, comecei a ter ataques de pânico, o meu coração batia tão depressa, e eu ficava cada vez mais fraca, a nível físico, mental, emocional e espiritual. Comecei a ter medo de tantas coisas, como conduzir, ficar em casa sozinha com o meu filho, até comer, mas o maior dos medos era morrer… morrer e não ver o meu filho crescer. De repente fiquei presa dentro de mim e fiquei sem liberdade para viver e foi assim até o meu filho ter quase 1 ano e meio. Apesar da "escuridão" que sentia dentro de mim, vinha-me uma vontade de me libertar para viver uma vida mais plena. E assim, um dia, umas mãos amigas me levaram a fazer meditação e a partir daí transformei a minha vida por completo. Comecei a ler livros de desenvolvimento pessoal e ia-me guiando cada vez mais pelo meu coração. A partir daí, cada vez que iniciava um ataque de pânico, eu pensava e dizia frases para mim, do género “Grata meu corpo por estares tão bem… eu estou tão em harmonia… estou tão calma” e de repente passava. Isso uma, duas, três, quatro vezes até desaparecerem os ataques de pânico naturalmente. Liberdade foi o que senti e o meu pensamento era “Eu vou viver uma vida plena!” e assim me curei .... me curei ao me reencontrar e transformei para sempre a minha vida!

​Passado mais ou menos 1 ano o meu filho teve o diagnóstico de autismo e o meu pensamento foi “eu vou aprender tanto contigo, vamos crescer juntos, vou dar-te o melhor de mim e acredito que vais ser o melhor de ti, de uma forma plena e em harmonia, vamos vencer os desafios e viver uma vida plena”. Dia após dia e ano após ano fui-me apaixonando pelo poder da conexão entre mim e o meu filho para o seu crescimento… para o nosso crescimento. Eu fazia muitas terapias com ele e as terapeutas eram maravilhosas e aprendi tanto com elas, mas mesmo assim eu dizia que a melhor terapia era a nossa ligação… a nossa terapia familiar e a ligação à natureza que, para mim é uma bênção. Apaixonei-me pelo poder da conexão familiar para o desenvolvimento do bebé e criança.

​Com o crescimento do Simão e com ele a voar cada vez mais, senti que queria voar ainda mais também, pois foram 4 anos e meio dedicados exclusivamente a ele. Então senti que queria me entregar a um trabalho que me apaixonasse. Comecei por fazer formação de yoga para bebés e crianças, que amei! Bom... e este amor pelo mundo da mulher mãe e bebé... fez crescer em mim, a vontade de aprender mais e mais e então, ao longo dos anos seguintes, fui complementando o meu conhecimento com formações no mundo da mamã e do bebé: dança na gravidez e com bebés; massagem na gravidez, parto, pós-parto e com bebés; amamentação; doula; yoga na gravidez; babywearing… entre outras deste mundo das mamãs e bebés. Cada vez me sentia mais eu e era tão maravilhoso! Quanto mais eu me encontrava e sentia plena... mais o meu filho evoluia e ultrapassava os desafios do autismo.... sendo uma criança feliz.

​Desde 2015 que acompanho mamãs e bebés. Em 2017 nasceu este meu projeto do coração... Mamã Plena... onde faço sessões com mulheres grávidas e mamãs e bebés, onde cada família se sente tão bem através do contacto com a natureza, da sessão, onde levo a dança, o yoga, a massagem, o canto e informações essenciais desde a gravidez até ao pós-parto, pelo espírito de comunidade e por irem ao seu ritmo único e especial ... num espaço maravilhoso, em plena natureza (Acquavilla, perto de Pombal). Com esta nova realidade, estão em pausa as sessões presenciais e estou a trazer a magia do projeto para o mundo online.

​Em 2015, com 28 anos, engravidei da minha filha e senti que queria viver uma gravidez mais consciente, conectada e empoderada para poder viver um parto e pós-parto mais plenos, pois na primeira gravidez senti que entreguei o “poder” ao mundo exterior… médicos e enfermeiras (que são muito necessários e têm o seu valor mas no mundo em que vivemos se estivermos desconectados pode ser muito desafiante). Então procurei uma doula e foi o melhor que fiz, pois, mergulhei bem dentro de mim e libertei os meus medos. Passei a gravidez a dançar, a visualizar um parto natural pleno, a meditar, a fazer o que me apaixonava e muita afirmação com pensamentos positivos para uma gravidez, parto e pós-parto em harmonia. No dia em que completei as 40 semanas e 3 dias, eu, que sentia que não queria uma indução como no primeiro filho, levantei-me pela manhã e passei o dia a afirmar interiormente “Grata meu corpo por entrares em trabalho de parto espontâneo e por vivenciar um parto natural pleno”. Às 17h veio a minha primeira contração e às 00h37 nasceu a minha bebé por um parto natural pleno para nós. O meu pós-parto foi muito mais em harmonia devido à minha conexão e força interior. Apesar de ter grandes desafios pelo caminho… a adaptação do meu filho mais velho com necessidades mais específicas e uma pessoa que eu amava muito ter um diagnóstico de cancro após uma semana do nascimento da minha filha, e de, em 4 meses, eu ter caminhado tantas vezes para o hospital, para passar os últimos tempos com ela. O meu pensamento positivo sustentou-me e fez-me ir além do horizonte mesmo quando precisava de tanto apoio… fui buscar uma força interior incrível.

​Agora... continuo a seguir o meu coração e a ir pelo caminho de ser uma mulher e mamã plena... ultrapassando os desafios da vida ao meu ritmo... pois só assim posso ensinar aos meus filhos a serem eles e viverem uma vida plena.

 Chegar às mulheres mães com o meu projeto, faz-me sentir plena! Tão maravilhoso sentir que ajudo cada mulher a conectar-se com a sua essência, a utilizar o poder do pensamento positivo, a expressar o que sente, ficando mais em harmonia, a conectar-se com o seu corpo e a ter mais consciência e sentir-se mais empoderada, preparando um parto e pós parto mais em harmonia com o seu bebé e assim sentir-se mais plena como mulher e como mamã, fazendo o bebé se desenvolver de uma forma mais plena, desde a barriga da mãe.


Grata!

Um Abraço Pleno de Amor!

​Pauline Ribeiro

Bem-Estar Pleno da Mulher e do Bebé na Gravidez,

Parto e Pós-Parto​ ​

Tlm. +351 913 632 797

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon

 Criado com amor ♡ Mamã Plena © 2020 . Política de Privacidade e Proteção de Dados.